Rodada do Dia dos Pais do Brasileirão superou a casa dos 400 mil pagantes

0
658

por Nilton Ramos

 

Concluída a 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, a Confederação Brasileira de Futebol comemorou a superação do número de pagantes nas arenas do país.

Até aqui, 437 mil e 445 pessoas pagaram para companharem seus times de perto.

Outro bom índice animador aparece nos jogos do domingo, às 11h. A CBF informa que a média é de 25 mil e 732 pagantes. Os torcedores já aprovaram a iniciativa da entidade e dos clubes, o que incentiva a manutenção para as próximas temporadas da competição nacional.

De todos os jogos, apenas dois ficaram sem a bola balançar as redes. Os registros para Figueirense e Vasco, que se enfrentaram na Arena Maracanã e Goiás e Atlético, no Serra Dourada, em Goiânia.

A rodada foi marcada por dois importantes destaques. O GRENAL, vencido de goleada pelo Grêmio, ao fazer 5 a 0 no Internacional, placar que não se repetia desde 1910.

E o Flamengo derrotado pela Ponte Preta em Campinas, por 1 a 0.

O massacre tricolor diante do Colorado foi o que mais atenção chamou, pois com a vitória, o Grêmio deu uma arrancada incrível, e pulou para o ‘G-4’.

Já o Palmeiras foi derrotado pelo Cruzeiro por 2 a 1 no Mineirão depois da demissão do treinador Marcelo Oliveira, que foi para o time paulista, e que Wanderley Luxemburgo assumiu o comando da equipe azul da Toca da Raposa.

O Fluminense de Fred e Ronaldinho Gaúcho também não se deu bem na rodada, foi derrotado pelo Avaí por 1 a 0, jogando no sábado, no estádio da Ressacada.

Ainda no sábado, o Coritiba do técnico mineiro Ney Franco não suportou a pressão na Vila Belmiro, foi goleado pelo Santos por 3 a 0, tornando delicada a situação do ‘Coxa’ no Brasileirão, que se mantém inconfortável no ‘Z-4.’

E o Sport mantém a escrita de não vencer fora de seus domínios no campeonato. Mas empatou em 1 a 1 com o Atlético na Arena da Baixada, em Curitiba.

No clássico paulista, jogo de muita rivalidade, no Morumbi, São Paulo e Corinthians também empataram, não fosse um erro de arbitragem, que deixou de marcar um pênalti no finzinho do jogo para o Tricolor Paulista.

No clássico ‘brigado’ do Morumbi fato que se deve comemorar, o retorno de um profissional ao trabalho. Breno, que não jogava uma partida oficial desde o dia 17 de abril de 2011, quando defendeu o Bayern de Munique, da Alemanha,  na goleada por 5 a 1 sobre o Bayer Leverkusen finalmente voltou aos gramados.

Breno, o retorno. Foto Rubens Chiri/Site oficial do São Paulo
Breno, o retorno. Foto Rubens Chiri/Site oficial do São Paulo

Na Arena Condá, em Chapecó, Chapecoense e Figueirense também empataram, e em 2 a 2.

A CLASSIFICAÇÃO

A 17ª rodada do Brasileirão não mexeu muito com as posições na parte de cima da tabela, mas o interessante é que os líderes não venceram, empataram e não aumentaram a distância dos retardatários, como o Atlético, Corinthians e Fluminense  e o Palmeiras em ascensão foram dobrados pelos seus adversários.

Já o Atlético continua isolado na liderança da disputa, mesmo com o empate no Serra Dourada contra o Grêmio, que apesar de estar na zona perigosa, teve mais oportunidades para vencer que o time mineiro.

Confira a tabela depois dos jogos do fim de semana:

Classificação Brasileirão

Compartilhe