República das Bananas… Uma verdadeira balbúrdia

0
325
Na foto, os senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia. Foto Emmanuel Pinheiro
Na foto, os senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia. Foto Emmanuel Pinheiro

por Nilton Ramos*

Que país é este ? Está tudo de ponta cabeça. Um Governo que só tem tomado medidas contra os interesses coletivos. Ajuste Fiscal; Reforma Previdenciária; Desinvestimento; Provocando férias coletivas, principalmente no setor de automóveis; e agora, fechamento de centenas de postos de trabalho para os próximos dias.

Nada se anda mais por aqui, salvo as corrupções. Cada dia surge um fato novo. Brasil claramente um país sem direção, sem rumo, como se não houvesse um capitão nesse navio, nesta tempestade em alto mar.

Se no passado recente nossa economia progrediu, avançamos na educação, dentre outros, os acontecimentos atuais tem como consequência, um salto… Um salto, mas para trás. Como uma vaca que produziu 20 litros de leite, depois da ordenha, chutou o balde.

O Parlamento não se entende. Está instalada a guerrinha política e chantagista chamada oposição. Mas que oposição é essa ? Partidária não me parece. Política muito menos. Em favor do país, absolutamente não !

Do Planalto [Executivo] o silêncio ignora todos os fatos. A crise que domina todos os seguimentos da sociedade e sua economia, principalmente.

Enquanto isso, os índices inflacionários crescem; O desemprego; De violência; Crescimento; O desmatamento na Amazônia; A reforma agrária que não sai do papel; O déficit habitacional; Carcerário.

Para não fugir à regra, o PSDB reconduziu ao cargo de presidente nacional do partido, o mineiro e tucano, Aécio Neves.

Nada de novo. O mesmo discurso de outrora. Querem recuperar o Poder. Nada mais. O mesmo Aécio que junto com Antônio Anastasia [ambos senadores por Minas Gerais] deixaram um legado parecido com os de outros governos, Newton Cardoso, Hélio Garcia.

Minas Gerais com mais de oitocentos municípios ainda tem cidades sem Defensoria Pública; Sem PROCON; Sem Conselho Tutelar; e cidades-polos como Inhapim com DEPOL e Polícia Militar sem condições de cumprir seu papel constitucional, porque faltam material técnico e humano. Na PMMG/Inhapim não há veículos suficientes para atender a demanda [viaturas] e na Delegacia de Polícia, falta número maior de agentes. Há apenas uma delegada que atende uma região populacional em torno de trezentos mil.

O ensino público e a saúde vão de mal a pior. Legado dos governos Aécio/Anastasia, depois do famigerado choque de gestão. Conhecemos o resultado de sua gestão. As consequências são notadas hoje. E respingarão no futuro.

Compartilhe