Minas Gerais produziu 47,7 milhões de quilos de algodão pluma; aponta Abrapa

Date:

Atualize-se

Na safra 2022/2023, Minas Gerais alcançou a produção de 47,7 milhões de quilos de algodão pluma, atingindo a média de 2.045 kg por hectare. As informações foram divulgadas pela  Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa).

O economista César Bergo aponta que o setor agropecuário mineiro tem um destaque “especial” na economia nacional, além de representar mais de 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.

Para o economista, empresas de captação técnica como a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), contribuíram para esse resultado. “Esse detalhe de aumento de produtividade é fundamental, porque a qualidade do algodão também é notável é reconhecida. Então trabalha na produtividade e na qualidade, isso acaba colocando no mercado um algodão de qualidade, gerando renda e emprego nesse setor”, destaca.

Bergo explica que em função da diversificação da produção agrícola em Minas Gerais, o algodão ocupa uma posição fundamental na produção do país, suprindo cadeias produtivas da cultura, sobretudo a indústria têxtil.

Além disso, o economista afirma que a perspectiva é de aumento da safra e da produtividade, e que isso é “importante” para o estado, já que apresenta um destaque nas exportações do produto e para suprimento do mercado interno.

O noroeste de Minas é a região que mais se destaca com a produção de algodão, seguida pelo Triângulo Mineiro; aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os municípios mineiros, alguns municípios que se destacam na produção de algodão são Coromandel, Unaí, São Romão, Presidente Olegário e Brasilândia de Minas.

Proalminas

Criado em 2003, o Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas) — da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) — concede isenção de imposto à indústria, mediante o compromisso de adquirir uma cota de algodão de produtores mineiros. Segundo o governo do estado, a cada real de incentivo fiscal do governo, estima-se um retorno de R$ 1,42 para a economia de Minas.

Em 2003, a produção de algodão foi de 85,5 mil toneladas. A estimativa para a safra 2023/2024 é de 133,4 mil toneladas. A colheita em 2024 está programada para iniciar em maio, com encerramento em agosto.

Patrocinado

Fonte

Compartilhar :

Assinar

spot_imgspot_img

Popular

Relacionados
Relacionados

Fuga de dois presos da penitenciária federal de Mossoró (RN) revela fragilidade das unidades prisionais, diz especialista

É preciso garantir recursos financeiros regularmente para penitenciárias, para...

Em Haia, China defende que palestinos têm direito de usar violência

A China argumentou nesta quinta-feira (22) na Corte Internacional...

Governo lançará programa “Mineração para Energia Limpa”

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira,...