ITAU – FEITO PRÁ VOCÊ. Menos para doentes!

1
1471
Em caso do cliente possuir uma doença que o impossibilite de comparecer a agência, o banco não possui uma política de atendimento domiciliar. O que vai na contramão do slogan “feito prá você”, usado pelo banco na mídia.
Sempre assisti na televisão e outras mídias a propaganda que se tornou uma marca do Banco Itaú. Imaginava que era assim mesmo.  Porém quando minha esposa ficou doente e precisou de um apoio do banco não foi isso que aconteceu.  Moro a duas quadras da agencia.  Conversei com a gerente sobre a doença de uma cliente que está acometida com Neoplasia maligna, câncer, usando um concentrador de oxigênio, para receber o auxilio doença enviado ao banco pelo SUS. Não obtivemos sucesso ! _Ela precisa comparecer a agência, ou você apresentar uma procuração registrada em cartório e autorizada pelo SUS, informou a gerente. Eu e minha companheira tivemos que nos deslocar a uma agência no bairro canaã. Estacionei o carro do lado de fora, liguei o pisca alerta, e tive que enfrentar fila para passar pela rotatória para só então dizer ao guarda que o atendimento não era para mim e sim para minha esposa que precisava  fazer um saque. Nenhum funcionário do banco foi destacado para atendê-la no carro. Tivemos que usar uma cadeira de rodas ( fornecida pelo banco ) e esperar que a porta fosse aberta. Com dificuldade,  ela foi colocada na cadeira e entrou no banco. Enquanto isso eu torcia para que ela não tivesse uma crise de falta de ar, o que agravaria a situação.  O ambiente do banco é fechado, não tem oxigênio de emergência.  Ela conseguiu atendimento indo ao caixa, enfrentando fila. Mesmo  sendo colada no atendimento prioritário.  Bom, se o Banco se autodenomina FEITO PRÁ VOCE, deveria também prever uma situação dessas, não acha?
ENQUANTO ISSO NO BANCO DO BRASIL
A agencia do BB canaã, mesmo sem pedir, imediatamente, destacou um funcionário que atendeu minha esposa do lado de fora, dentro do carro.  Isso mostra que a gestão humanitária do BB supera a de seu concorrente em gênero, número e grau. A conta dela do SUS para o auxilio doença dela já foi transferida.
Márcio Abreu
Compartilhe

1 COMENTÁRIO

  1. O banco deveria se manifestar sobre o ocorrido. Onde estão os gerentes? O que eles têm a dizer? Porque se omitem?

Comments are closed.