Fábrica da Ambev em Minas será a maior do país

Date:

Raul Mariano (*) – Hoje em Dia

UBERLÂNDIA – A fábrica da Ambev inaugurada nessa quinta (4) na cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, recebeu investimento de R$ 770 milhões e poderá se tornar a maior da empresa quando operar na capacidade máxima de 2 bilhões de litros por ano. A unidade, que começou a ser construída em 2012, é a quarta da multinacional em Minas.

A fábrica ficou em pré-operação por cerca de um ano para que todos os equipamentos e a capacidade de produção fossem testados. A unidade ocupa uma área de 1,3 milhão de metros quadrados e emprega diretamente cerca de 500 funcionários.

A planta terá três linhas de produção e será a única do país que produzirá a marca Budweiser em garrafa de vidro retornável de um litro. Além disso, produzirá também as marcas Skol, Brahma, Antarctica e Antarctica Sub Zero.

O diretor regional industrial da Ambev, Luiz Fernando Mello, explica que a escolha da cidade está ligada à oferta de mão de obra qualificada na região e às facilidades de escoamento da produção que a região proporciona. “Há um grande potencial logístico em Uberlândia e, futuramente, essa fábrica poderá responder pela maior parte da produção do Brasil. Hoje, além de Minas, já atendemos Mato Grosso, São Paulo, Distrito Federal e Goiás a partir de Uberlândia”.

Além de Uberlândia, as cidades mineiras de Juatuba, Contagem e Sete Lagoas também possuem fábricas da Ambev. No Estado ainda há mais dez centros de distribuição nas cidades de Uberaba, Pouso Alegre, Alfenas, Poços de Caldas, Santa Luzia, Santana do Paraíso, Sete Lagoas, João Monlevade e Belo Horizonte. Hoje, a empresa conta com cerca de 3.500 empregados em Minas.

Retomada

A presidente Dilma Rousseff e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participaram da inauguração. A presidente demonstrou otimismo em relação à recuperação econômica do país, afirmando que 2016 será o ano da retomada. Ela destacou que “uma crise é algo muito doloroso para ser desperdiçado”, fazendo referência às reformas que se tornam obrigatórias quando a crise se instala, como a da previdência.

O governador Fernando Pimentel ressaltou os benefícios da parceria entre os setores público e privado. “Esse é um investimento importante para o Triângulo Mineiro, e a escolha de Minas é um privilégio”, disse.

(*) O repórter viajou a convite da Ambev

A presidente Dilma Rousseff e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, participaram nessa quinta (4) da inauguração da fábrica, que entrou em operação há um ano

- Patrocinadospot_imgspot_img

Compartilhar :

Assinar

Popular

- Patrocinadospot_imgspot_img

Relacionados
Relacionados

Combustível do futuro: proposta autoriza até 35% de etanol adicionado à gasolina

O marco legal do chamado Combustível do Futuro fixa em...

No Brasil, 49 milhões de pessoas usavam recursos precários de esgotamento sanitário, em 2022

Cerca de 24,3% da população brasileira ainda permanecia...

Retomada de obras: mais prazo para que gestores respondam diligências do FNDE

Das 3.783 obras previstas por meio do Pacto...