Você torce pra que a Sexta-feira chegue logo?

Como estaria sua vida se você se sentisse tão feliz ao chegar ao trabalho, na Segunda de manhã, como se sente quando sai dele na Sexta, 18h?
Cálculo rápido: você trabalha cinco dias por semana e só está feliz quando não está trabalhando, ou seja, os outros dois que restam? Proporcionalmente, parece que você tem com o que se preocupar e deveria se movimentar em relação a isso hein…
Na situação atual do Brasil, ter trabalho já me parece um motivo bom o bastante pra você se sentir feliz e grato, mas, se nem assim você consegue ver o que tem de bom no seu trabalho, sei não… Se te incomoda, mexa-se! Nem tudo que parece bom (a zona de conforto, por exemplo) faz bem. Mudanças podem sim gerar desconforto mas podem fazer um bem danado!

Talvez você pense que te falta a tal “força de vontade” ou motivação pra fazer o que deveria ser feito pra mudar sua situação. ERRADO! Nós não funcionamos somente por que a tarefa parece boa ou prazerosa. Se agíssemos em função apenas de estarmos motivados ou cheios de força de vontade, o que explicaria o fato de concluírmos um curso universitário ou um dia de trabalho estressante?

Sabe o que nos falta? Sabermos o que realmente importa. O que realmente gostaria de fazer e, mais do que esperar a vontade chegar, falta AÇÃO.

Que Happy Hour seja rotina, e não escassez, em nossas vidas.

Compartilhe
Psicóloga Clínica, Coach-Psychologist, Palestrante e criadora dos Programas Diva no Divã / Empoderamento Feminino e 4EverFit / Beyond Diet Recipies. Sou uma apaixonada pelo desenvolvimento humano, empoderar pessoas é minha arte. Sou especialista em Terapia Comportamental (PUC/MG) e em Coaching-Psychology (HARVARD UNIVERSITY / Boston - USA).