Coluna William Saliba – 22/09/2015

0
503
O casal Fernando Sales e Fatima Sales recebendo os historiadores José Augusto Moraes e Marildo Silva

CNB-anima-investindo-na-vida

MINISTÉRIO DO TURISMO CLASSIFICA IPATINGA

Usando nova metodologia, o Ministério do Turismo (MTur) deu classificação B para Ipatinga entre as cidades integrantes do Mapa do Turismo Brasileiro. Na análise para classificação, foram avaliados variáveis de desempenho econômico: número de empregos, de estabelecimentos formais no setor de hospedagem e estimativas de fluxo de turistas domésticos e internacionais. A categoria B é a segunda mais importante dentro dos destinos turísticos do país. Além de Ipatinga, o grupo é formado por outros 166 municípios, o equivalente a 5% das cidades avaliadas pelo MTur. O Mapa do Turismo Brasileiro é o instrumento que orienta a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento das políticas públicas do turismo e define a área que deve ser trabalhada prioritariamente. O mapa é atualizado periodicamente e sua última versão, de 2013, conta com 3.345 municípios, agrupados em 303 regiões turísticas.

Shopping do Vale - Copia

SHOPPING DO VALE INAUGURA A EXPANSÃO

O Shopping do Vale do Aço inaugura amanhã (23), às 9h30, no P1 do centro de compras, as obras de sua expansão. O centro de compras passa a contar com 300 lojas, entre elas C&A e a Renner, que se juntarão à Riachuelo, Americanas e a Consul para formar o quinteto de grandes âncoras. Logo em seguida, virão as Casas Bahia e Lojas Redes completando o rol.

O presidente da Intermall, Johanes Sleumer, e o superintendente do Shopping do Vale do Aço, Washington Pimenta inauguram amanhã as obras expansão do centro de compras
O presidente da Intermall, Johanes Sleumer, e o superintendente do Shopping do Vale do Aço, Washington Pimenta, inauguram amanhã as obras expansão do centro de compras

ARMATRUX TRAZ “ARTE EM CIRCULAÇÃO”

O Centro Cultural Usiminas recebe novamente o grupo Armatrux, de Belo Horizonte, com dois espetáculos: ‘Armatrux, a Banda’ – que será apresentado na sexta-feira, com entrada gratuita – e ‘No Pirex’ – sábado, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada).  As duas apresentações serão realizadas às 20h. “Armatrux, a Banda” é uma banda de bonecos composta por quatro personagens e uma convidada especial, a pianista Mafalda Jackson. A direção musical e a trilha sonora é John Ulhôa, da banda Pato Fu, e Bob Faria. O espetáculo será realizado no jardim externo do Centro Cultural Usiminas. Já o espetáculo “No Pirex” reúne no palco cinco personagens Boquélia (dona da casa), Bencrófilo (garçom jovem), Bonita ( cozinheira), Ubaldo (garçom velho) e Alcebíades (o velho) que, em volta de uma mesa, dão vida a uma história que mais parece um pesadelo cômico. As entradas já estão à venda na bilheteria do teatro. Os espetáculos integram a programação do Festival Arte em Circulação, realizado pela 3Fases Consultoria Artística, que tem patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo.

“No Pirex”, do Armatrux promete muito humor no Centro Cultural Usiminas Imagens novo espetaculo NO PIREX, do Grupo de Teatro Armatrux. Foto: BRUNO MAGALHAES / NITRO
“No Pirex”, do Armatrux promete muito humor no Centro Cultural Usiminas (Foto: Bruno Magalhães/Nitro)

anuncio reflexologia-face

CENIBRA LEVA TEATRO A ESCOLAS

Parceria entre a Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda) e Instituto Cenibra estará levando até a próxima sexta-feira, peça teatral às escolas municipais de Belo Oriente. O espetáculo tem como tema a educação ambiental e a consciência crítica para preservação da biodiversidade. Serão sete apresentações, com expectativa de 150 alunos por sessão.

O casal Fernando Sales e Fatima Sales recebendo os historiadores José Augusto Moraes e Marildo Silva
O casal Fernando Fonseca e Fátima Sales recebendo os historiadores José Augusto Moraes e Marildo Silva

STF ANALISARÁ MULTA DO FGTS

O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a repercussão geral de recurso contra a cobrança do adicional de 10% da multa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Ainda não há previsão de quando a questão será julgada. Só em 2013, o desembolso das empresas com o percentual chegou a R$ 3,6 bilhões, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O adicional foi criado em 2001 para cobrir o rombo dos expurgos inflacionários dos planos Verão (1989) e Collor I (1990). Com o acréscimo, a multa rescisória paga ao trabalhador em caso de demissão sem justa causa, incidente sobre o valor do FGTS depositado, passou de 40% para 50%. A repercussão geral foi dada em processo apresentado pela Intelbrás. A empresa defende que, desde janeiro de 2007, não haveria mais necessidade de cobrança, uma vez que o adicional já teria atingido a sua finalidade.

 

 

Compartilhe