A boa governança agrega valor ao negócio

0
483

Por Adilson Neves

Governança Corporativa faz bem a uma empresa de porte médio ou pequeno?

Se a empresa estiver pensando em sustentabilidade, as boas práticas de Governança Corporativa resultam em aumento de valor, facilita para o acesso ao capital e contribuição para a perenidade dos negócios.

Se no passado essa receita de gestão era direcionada apenas às grandes corporações, àquelas com ações listadas em Bolsa de Valores; atualmente, o termo é de fundamental importância para as organizações em geral, inclusive para as empresas familiares médias e de menor porte.

A falta de conhecimento e de preparo dos empreendedores das pequenas e médias empresas a respeito das melhores práticas, pode ser fatal em um momento virtuoso da economia como o que vivemos atualmente.

Os empresários precisam perceber que quando pensam em Governança Corporativa estão buscando agregar valor e controles internos, aprimorar a gestão, bem como garantir um crescimento consistente do seu negócio, aproveitando melhor as oportunidades de fortalecimento junto a fornecedores, clientes e instituições financeiras que fazem a imediata leitura do compromisso da empresa com a transparência, responsabilidade e eficiência.

Neste artigo, quero chamar a atenção para três práticas que não podem faltar na sua empresa, dentro da cultura da governabilidade.

O primeiro é que a hierarquia seja clara em todos os níveis, de modo que todos saibam exatamente que são os gestores a quem devem reportar e quem é o gestor principal que tomará a decisão final em qualquer situação.

O segundo ponto é a necessidade de acompanhamento mensal dos resultados e da estratégia do negócio, através de reuniões entre os gestores e empreendedores.

E, para fechar, o terceiro item que é a formação de um Conselho Consultivo preferencialmente com a presença de conselheiros externos, para acompanhar e aconselhar sobre os projetos, as diretrizes, as metas, os indicadores, as principais contratações e os assuntos da gestão.

Uma forma simples e prática de começar e já temos algumas experiências no Espirito Santo que estão caminhando muito bem.

A boa governança agrega valor ao negócio?

Essa discussão tem sido muito ampla nos meios acadêmicos e empresariais; mas, as minhas experiências pessoais têm me oferecido informações e resultados suficientes para eu defender a Governança Corporativa pelas melhorias que impactam na geração de resultados, não apenas nos aspectos financeiros como na agregação de valor ao negócio.

Com a crise vivida pelo Brasil, a governança corporativa se expôs e mostrou que só é válida para quem faz o dever de casa, e que continua sendo um excelente sistema de gestão para aqueles que têm a coragem de ter atitude ética e transparente na direção executiva de suas empresas, haja vista que o momento agora pertence aos negócios que respeitem as leis e produzam resultados confiáveis, mas não a qualquer custo, principalmente por meios escusos.

Essas práticas podem representar uma enorme fonte de vantagem competitiva no mercado, até mesmo para as empresas mais iniciantes, razão pela qual é importante um olhar estratégico sobre o tema.

 

Compartilhe